Check-list de viagem – Parte 1

cropped-img_20170616_132704_776-e1521126695961.jpg

– Olá pessoal!

– Sejam bem-vindos ao nono capítulo do nosso blog TRAVEL WITH MARATHONS!

– Somos Luiz Mota e Marília Carneiro, adeptos de viagens e corridas de rua, em especial a meia-maratona e a maratona.

– Hoje abordaremos como fazemos o nosso check-list de viagem. Devido à importância e ao tamanho desta postagem decidimos dividir em duas partes.

– Sempre separamos duas pastas para colocarmos em sequência cronológica todos os documentos, emails, mapas da cidade e do percurso da corrida, impressos, pois em caso de extravio ou perda de uma teremos a outra.

– Abaixo abordaremos os cinco primeiros itens que seguimos antes da viagem.

1- O mais importante é conferir os documentos exigidos para ir ao destino desejado. No Brasil podemos viajar com a carteira de identidade, carteira de habilitação ou carteira profissional. Já na América do Sul podemos viajar com a identidade ou o passaporte e não precisa de visto. Para outros países como na Europa e na América do Norte temos que ter o passaporte e dependendo de qual país pode haver a necessidade de visto. Vale salientar que a identidade tem validade de dez anos assim como o passaporte. Este inclusive deve ter no mínimo seis meses antes de expirar para poder viajar. Em relação a necessidade de visto consultamos os sites de viagens ou dos consulados dos países que pretendemos viajar. Outro documento é o cartão de vacinação internacional para os países que o exigem, como no caso da vacina contra a febre amarela. Sem qualquer um destes documentos sua viagem termina antes mesmo de ter começado. Após conferir toda  a documentação, fazemos cópias e colocamos em duas pastas com igual conteúdo. Isto não substitui os originais mas, pode auxiliar na sua identificação numa embaixada ou consulado. Há quem sugira levar em dois pendrives criptografados mas, ainda estamos por adotar tal medida.

2- Verificamos os dados do seguro-viagem como nome, data de nascimento, nome e número de telefone para contato em caso de emergência, período da validade se está correto com o período da viagem, coberturas que atendam as nossas necessidades uma vez que praticamos um esporte que nos exige muito.

3- Conferimos as datas e horários das passagens para evitarmos atrasos e perda de vôo. Colocamos estes dados em calendários, agenda de papel, e o e-ticket no celular, tablet ou notebook.

4- Verificamos se os trechos da viagem estão de acordo com o nosso planejamento para evitar surpresas de imaginar que parte da viagem faríamos de avião e parte de ônibus por exemplo, e na hora percebermos que de ônibus acaba sendo mais cara do que de avião sem falar que demora muito mais. Entretanto, se o nosso propósito for conhecer as cidades que estão entre os pontos de partida e de chegada preferimos ir de ônibus. Ficamos sempre atentos à distância e aos meios de transportes. Em relação à mobilidade também levamos em consideração a necessidade de termos um plano B pois nem sempre o que planejamos acontece.

5- Confirmamos a nossa estadia por email, telefone ou pelo site que fizemos a reserva. Sempre preferimos aquela que podemos ter uma tarifa flexível e de pagamento no local, pois desta forma em caso de imprevistos podemos cancelar sem ônus. Uma vez que decidimos pela estadia poderemos fazer o check-in online até mesmo algumas horas antes de chegar ao hotel, o que pode gerar inclusive pontuação no seu clube de fidelidade em determinada rede hoteleira.

– Bom pessoal este foi o nono capítulo do nosso blog TRAVEL WITH MARATHONS.

– Na próxima postagem continuaremos sobre o nosso check-list de viagem em sua     segunda parte. Esperamos que tenham gostado.

– E lembrem-se de que: “A melhor maneira de se conhecer uma cidade é a pé. Em nosso caso correndo”.

– Fiquem com Deus.

– Abraços.

Luiz Alberto e Marília.

Anúncios